Por que investir em energia fotovoltaica na sua residência?

Tempo de leitura: 4 minutos

Você deseja realizar uma reforma em sua residência para oferecer um estilo de vida mais saudável à sua família e receber os amigos com mais comodidade e aconchego.

Além das modificações de alguns ambientes, estão previstos investimentos na captação de água da chuva e manutenção do telhado. E quanto ao consumo de eletricidade? Você conhece a energia fotovoltaica?

A utilização de energias não renováveis tem causado muitos prejuízos ao meio ambiente, incluindo o próprio esgotamento das fontes.

Isso vem chamando a atenção e atraindo o interesse de pessoas e empresas para o uso de novas alternativas energéticas.

Então, aproveite o conteúdo deste post.

O objetivo é mostrar as razões para que você invista nesse tipo de energia. Explicamos o que é, seu funcionamento e como pode ser aplicada em uma moradia. Ótima leitura!

O que é energia fotovoltaica?

O sol surge diariamente e nos oferece sua energia, luz e calor. Gratuitamente.

Alexandre Edmond Becquerel, físico francês, durante as experiências realizadas com eletrodos, em 1839, descobriu que era possível obter eletricidade por meio da luz solar.

O estudo de Becquerel era com placas de platina e prata. Esses metais mergulhados em um eletrólito e expostos ao sol geravam uma pequena diferença de potência. O físico batizou o fato como efeito fotovoltaico.

A energia fotovoltaica é resultado da transformação direta da irradiação solar em energia elétrica, sem necessidade de passar pela fase de energia térmica, que é uma característica do sistema heliotérmico (transforma a irradiação solar em energia térmica e depois em energia elétrica).

A primeira célula fotovoltaica surgiu somente em 1844 e era de selênio. As células fotovoltaicas atuais são fabricadas a partir de materiais semicondutores, como o silício.

Exposta à luz, uma parte dos elétrons que está no material absorve as partículas de energia provenientes da luz do sol, os chamados fótons.

Como ela funciona?

Um semicondutor transporta os elétrons livres para serem atraídos por um campo elétrico.

O campo é constituído na área de ligação dos materiais, devido a uma diferença de capacidade elétrica que existe entre esses materiais semicondutores.

Assim, os elétrons são lançados para fora da célula solar, ficando à disposição para utilização como energia elétrica.

O sistema fotovoltaico, ao contrário do heliotérmico, não exige muita irradiação para operar.

Entretanto, devido a um fenômeno conhecido como reflexão da luz solar, o volume de energia produzida dependerá da densidade das nuvens. A possibilidade de geração de mais eletricidade em dias de céu com algumas nuvens é maior do que em dias de céu aberto.

Como pode ser aplicada em uma residência?

Existem dois grupos de sistemas fotovoltaicos: os sistemas isolados e os sistemas conectados à rede.

Os sistemas isolados não estão integrados à rede elétrica e são instalados em locais mais distantes ou quando o preço de acesso à rede é mais alto do que o custo do sistema.

Ele usa bateria para armazenagem de energia. Pode ser montado no telhado ou no chão, caso exista área disponível para isso.

Os sistemas conectados à rede elétrica operam como uma fonte convencional de geração de eletricidade e não requerem o armazenamento de energia.

Geralmente são usados em áreas urbanas e instalados nos telhados, após avaliação das possíveis interferências do vento, estrutura da construção, sombras e superfícies reflexivas.

Quais as suas vantagens?

A irradiação do sol é classificada como uma fonte renovável e inesgotável. A energia fotovoltaica é apontada como uma das mais importantes alternativas de redução dos gases do efeito estufa. Também traz economia no gasto com energia elétrica convencional.

Ela é natural e limpa. Sua produção não gera resíduos, ao contrário dos combustíveis fósseis, que emitem óxidos de nitrogênio (NOx), dióxido de enxofre (SO2) e dióxido de carbono (CO2), que são poluentes e prejudiciais ao ser humano.

Além disso,a fabricação dos equipamentos solares é controlada de modo que o processo fabril não cause prejuízos ambientais.

A energia fotovoltaica é uma tecnologia que oferece excelentes resultados econômicos e ambientais. Um ótimo investimento em favor da sustentabilidade, que garante conforto e mais qualidade de vida para você e a sua família.

Por falar em sustentabilidade, aproveitamento de recursos naturais e qualidade de vida, sugerimos que você baixe o nosso ebook sobre o uso da água de chuva.