Descubra como funciona o filtro de água de chuva

Tempo de leitura: 3 minutos

Muitas pessoas estão captando e reservando a água da chuva para reúso em diversas atividades do dia a dia. Apesar de ser uma boa ideia, ela ainda exige atenção em relação à limpeza, isto é, à adoção de medidas.

Podemos citar a colocação de telas na saída das calhas para a retirada de grandes partículas de sujeira e o uso equipamentos, como o filtro de água da chuva para fazer a decantação e a filtragem fina.

Afinal, é preciso garantir a boa qualidade da água pluvial — que, embora não seja potável, deve ficar salubre o suficiente para ser usada em diversas tarefas (por exemplo: a rega dos jardins, a lavagem de carro e a descarga do banheiro).

Quer saber como funciona o filtro de água de chuva e deseja conhecer o processo de filtragem? Confira, então, as informações que separamos especialmente para você neste post!

O transporte pelas calhas até o filtro

A água que cai no telhado deve ser direcionada para uma calha coletora e depois precisa passar por alguns processos antes de chegar ao filtro fino. Acompanhe essas etapas!

O filtro das folhas

Na saída da calha coletora deve ser instalada uma tela grossa ou uma grade. Ao passar por essa estrutura, as partículas maiores de sujeira (como galhos e folhas) serão retidas enquanto o líquido segue para o processo de decantação.

A acumulação no decante

Depois de retirada a sujeira mais grossa, a água será canalizada para um reservatório (que deve estar sempre limpo) onde passará por um processo de decantação por gravidade. Nesse processo, as partículas sólidas, que passaram pelo filtro de folhas, se acumulam no fundo do recipiente.

A água, então, é sugada para grades flutuantes que impedem a passagem dessas partículas. Em seguida, o líquido é conduzido para o filtro fino.

A retenção de impurezas pelo filtro fino

Após a saída do reservatório de decantação, a água da chuva é bombeada para um filtro fino que reterá alguma sujeira que ainda restar, como areia fina. Depois dessa filtragem, a água será bombeada para o reservatório principal, onde será desinfetada.

Existem vários tipos de filtros de água da chuva no mercado, alguns de uso interno e outros de uso externo ao reservatório. E alguns modelos incorporam as 3 etapas de filtragem.

O processo de adição de cloro no reservatório

É muito importante promover o tratamento da água pluvial armazenada a fim de evitar a proliferação de algas e microrganismos, como fungos e bactérias. Nesse processo, denominado cloração, adiciona-se cloro à água.

Na maioria das vezes, a cloração da água é feita utilizando cloro líquido (hipoclorito de sódio). É possível usar, também, o cloro em pastilha ou granulado.

Enfim, a filtragem, assim como um armazenamento adequado, são essenciais para garantir a segurança no reaproveitamento das águas pluviais. Afinal, além de promover a economia na conta de água e ajudar na manutenção dos mananciais do planeta, esses procedimentos certamente ajudarão a proteger a saúde e o bem-estar dos usuários.

Aposte, então, em um projeto seguro, elaborado por uma empresa especializada no reúso de água da chuva. Dessa forma, essa sua empreitada será um sucesso.

Se você gostou de saber como funciona o filtro de água da chuva, compartilhe este post com os seus amigos em suas redes sociais! Assim, eles também ficarão sabendo como captar, armazenar e reutilizar as águas pluviais.